domingo, janeiro 26, 2003

Uma genuína tortada e uma brilhate crítica do jornalista Mauro Braga



adivinha quem foi?
veja só...

e a mídia adorou! Além de passar no Fantástico o JB ainda publicou a manifesto dos Confeiteiros sem Fronteiras na íntegra. O bom de toda a história foi que a mídia fez espetáculo da ação e acabou divulgando:
Nosso movimento não tem líderes ou representantes. Ninguém pode falar em nosso nome. Se alguém em Davos “representa” o movimento, somos nós mesmos, os milhares que ocupamos as ruas de Genebra em protesto contra a reunião de banqueiros, empresários e governantes que o PT legitimou.